Como desenvolver a sua autoconfiança – 4 dicas práticas e transformadoras

Resultado de imagem para Como desenvolver a sua autoconfiança

O mundo nos obriga a tomar as mais variadas atitudes, no entanto, para algumas pessoas isso pode parecer assustador. Se você se sente assim, talvez seja preciso trabalhar a sua autoconfiança. Este texto apresenta 4 dicas para você aprender a desenvolver a sua autoconfiança. Imagine o quanto isso será positivo para o seu crescimento pessoal. Continue lendo.

1 – Pense positivo

Primeiramente, durante o dia, liste cada pensamento negativo que passar pela sua mente. No final de uma semana, você terá uma lista repleta de pensamentos negativos que precisam ser eliminados. O segredo aqui é criar um “antídoto” para cada um deles, simplesmente os trocando por pensamentos positivos. Veja os exemplos abaixo:

  • Pensamento negativo: “Não vou conseguir”
  • Pensamento positivo: “É claro que vou conseguir”
  • Pensamento negativo: “Que droga, começou a chover”
  • Pensamento positivo: “Chuva? Ótimo, vou aproveitar para ler um livro”

Decore todos esses pensamentos, quanto um negativo aparecer, o troque por um pensamento positivo.

2 – Tenha organização

Procure ser uma pessoa organizada, responsável. Cumpra horários e não deixe ninguém na mão. A sua autoconfiança também depende disso.

Ter organização poupa tempo, dessa forma, você poderá fazer muito mais coisas e se sentirá mais confiante a cada meta alcançada.

Tenha uma agenda e se organize a partir dela.

3 – Corra riscos

Uma pessoa autoconfiante gosta de correr riscos, porém, se planeje antes de agir. O medo não pode impedi-lo de viver. Se você quer ser uma pessoa mais sociável, não tenha medo de mudar.

Suas crenças limitantes podem tentar impedi-lo de mudar, pois você passou toda a sua vida acreditando nelas. Você não quer sair da sua zona de conforto, porém, o preço a se pagar por isso pode ser muito alto. Se imagine daqui a alguns anos, você se arrependerá de não ter tentado? A resposta provavelmente será sim.

O arrependimento em um futuro próximo pode ajudá-lo a sair da inércia e a correr riscos calculados.

4 – Seus pontos fortes

Sim, os seus pontos fortes existem. Você é muito bom em algo, se achar que não, procure por alguma coisa que goste de fazer, a partir disso, procure saber mais sobre esse assunto, assista documentários, leia livros relacionados a este tema, busque sobre ele na internet. Seja incansável, não desista quando se deparar com algum obstáculo.

Tenha orgulho dessa sua habilidade, desse conhecimento avançado sobre o que quer que for, não deixe ninguém o minimizar, nem mesmo você.

Você não é perfeito, sinto muito em dizer isso, no entanto, a sua busca não é por perfeição, ninguém é perfeito. Aceite-se como você é e busque a melhoria contínua todos os dias, sem exageros. Ser uma pessoa confiante mudará à sua maneira de ver o mundo.

 

 

A consequência do corte de investimento na área de ciência e tecnologia

No começo do ano de 2017 o governo federal do Brasil anunciou grandes cortes de recursos destinados à área de ciência e tecnologia, o que ocasionou perdas irreparáveis na produção científica brasileira, tendo em vista as interrupções de pesquisas e o surgimento de lacunas, que vão trazer consequências para o país nas próximas décadas.

Luiz Davidovich, físico, presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e professor da UFRJ, ressaltou que as perdas trazidas pelo corte são equiparadas as verbas que eram repassadas ao setor 12 anos atrás. Dessa feita, esse corte, que foi de 44%, disponibilizou apenas R$3,2 bilhões para referida área, causando retrocesso e repercussão em todo o mundo.

A revista científica Nature concluiu que os cientistas brasileiros estão assustados. Para Davidochi, a saída da crise, com base em descobertas de outros países, se dá por meio da pesquisa e desenvolvimento, e também pela ciência e inovação tecnológica. Com efeito, esses cortes fazem com que o país se torne contrário à consciência internacional. Logo, laboratórios são obrigados a parar de desenvolver pesquisas devido à ausência de fundos, além de desestimular jovens que pretendem seguir uma carreira científica.

O que acontece no mundo é bem diferente da atual situação do Brasil. Em épocas de crise, o que os países fazem é aplicar dinheiro em pesquisa e desenvolvimento. Na União Europeia, foi realizado acordo que reservou 3% do PIB para essa área até o ano de 2020. Com relação aos Estados Unidos, a destinação foi de 2,7% do PIB. Já na China, que está com o crescimento desacelerado, anunciou investimento de 26% em pesquisas.

O Brasil, por sua vez, está retirando os investimentos dessa área. Davidochi acredita que a questão alegada de que o país está numa crise generalizada, sem recursos disponíveis, é discutível. Ao analisar os acordos feitos no Congresso, referente aos votos favoráveis pela reforma da Previdência, o preço final é elevado. Observa-se, então, medidas como a do BNDES, que está revisando a sua política de ofertar créditos subsidiados para empresas.

Quanto ao investimento na área de ciência e tecnologia, o professor universitário destacou que tal investimento permite alterar o padrão de produtos de um país. Ou seja, países como o Brasil, que dependem da exportação de commodities, dispõe de uma lista de exportação com produtos de alto valor agregado. Portanto, torna-se um meio de gerar mais recursos para o país e, consequentemente, superar a crise financeira.

Por fim, o presidente da ABC indicou que o problema mais relevante é o desestímulo dos jovens, pois estes acreditam que a área não tem muito valor para o governo, bem como não há interesse pela ciência. Para saber mais da importância do investimento na área de ciência e tecnologia, acesse aqui.

 

Cebola, alimento rico de benefícios

 

Resultado de imagem para cebola beneficios

A cebola faz parte da família allium e é cultivada por todo o mundo, além de ser apreciada por muitos, sendo usada em diversos pratos, em molhos, sopas, salada e no preparo de receitas básicas. Mas o que poucos sabem é que a cebola é composta por excelentes nutrientes, além de ser fonte de vitaminas e minerais, além de ter ação antioxidante.

Este alimento tem inúmeros nutrientes, além de ser rico em água, conter 45 calorias, e ter altas doses de carbono e fibra dietética. E além de todos estes benefícios, este alimento tem muitos antioxidantes, como por exemplo, flavonoides e fenóis, além de vitamina C, vitamina B, ferro, cálcio, Zinco, Manganês, magnésio, entre outros.

Para a saúde em geral a cebola por ser rica em antioxidantes traz inúmeros benefícios para o coração, já que contem um tipo especifico de flavonoide, que faz combate o colesterol LDL, o colesterol considerado ruim, e faz com que o bom colesterol, o HDL aumente. Além de auxiliar que as artérias fiquem limpas, sem placas, e que a corrente sanguínea flua sem problemas, e conter thiosulfinates, que auxilia no combate de coágulos sanguíneos.

Também contem compostos anticancerígenos, já que possuem flavonoides e fenóis que combatem possíveis células infectadas pelo câncer. Além de substancias como a quercetina e as antocianinas que retardam o crescimento dos tumores, além de serem considerados anti-inflamatórios. E além de todos estes benefícios para combater o câncer, a cebola ainda possui outra substancia que estimula o crescimento de bactérias no cólon, que auxiliam o mesmo, e evitam o aparecimento de câncer no cólon, no fígado e no ovário.

A cebola ainda tem cromo, que faz com que haja uma regulação da insulina e do açúcar no sangue, auxiliando na Diabetes. O alimento ainda é desintoxicante, já que é rica em aminoácidos, como por exemplo, a metionina e a cistina, que auxiliam na saída de metais ruins do corpo, como o cádmio e o chumbo.

Ainda auxilia na digestão, já que tem muitas fibras alimentares, protegem contra a constipação e tem capacidade de auxiliar na evacuação. A substância conhecida como frutano, atua como um laxante natural, e faz com que a digestão aconteça de uma maneira melhor. Faz com que os problemas respiratórios sejam suavizados, já que uma substancia chamada alicina, ajuda na luta contra germes e micróbios. Melhora o fluxo sanguíneo, reduz muco e o congestionamento, e causa também em algumas pessoas um efeito calmante na garganta.

Além de todos estes benefícios já citados, a cebola ainda é rica em ferro, fazendo com que a hemoglobina aumente com o seu consumo. A cebola ainda tem muito enxofre, o que auxilia na saúde capilar, e quando aplicada no couro cabeludo, ajuda a circulação sanguínea na região. E também ajuda a pele e os ossos, fazendo com que a osteoporose possa ser prevenida com o seu consumo constante.

Pechinchar na hora de pagar agora é lei aqui no Brasil

Resultado de imagem para PECHINCHAR

Em algumas culturas pedir desconto em produtos comprados parece até um esporte nacional. Aqui no Brasil, 7 em cada 10 consumidores assumem que dão uma choradinha na hora de pagar a conta, especialmente quando pagam a compra à vista. Mas agora é lei, o lojista pode cobrar valores diferentes com descontos de acordo com a forma de pagamento.

O gerente comercial, Venâncio de Souza Jr. sempre dá uma chorada na hora de pagar. “Tem que chegar negociando, porque todo mundo dá desconto”, diz Venâncio. “Se você não souber negociar, o seu dinheiro fica curto e no momento da economia do país, essa crise financeira que aperta os nossos bolsos, nessa hora barganhar é extremamente necessário. Saber barganhar ajuda em muito no final do mês”, diz a aposentada, Albertina Brasil.

Pechinchar é uma prática comum para 70% dos Brasileiros. Essa prática pode e deve ser feita em qualquer situação. “Pedir desconto não é vergonha nenhuma, é um direito do consumidor e nós precisamos criar esse hábito de pedir desconto. Em primeiro lugar, as pessoas chegam perguntando se tem desconto. Então eu acho que é tirar essa coisa do ‘se tem desconto’ e mudar o discurso, passar a perguntar qual é o desconto, porque o desconto existe”, explica a planejadora financeira, Lavínia Martins.

Agora aqui no Brasil, pechinchar ganhou até lei. Em vigor desde o final do mês de junho de 2017, essa nova lei permite que o comerciante faça um preço diferente para cada forma de pagamento. Seja dinheiro, cartão de crédito ou de débito, os valores podem ser diferenciados para cada cliente, mas é bom deixar isso bem claro no estabelecimento. Tudo deve estar bem informado em um local visível para o consumidor.

Para a planejadora financeira isso acabou se tornando mais um estímulo para que o consumidor evite as compras por impulso. “Nós precisamos aprender a guardar dinheiro, fazer a poupança antes de fazer o consumo logo de imediato. Deixar de visar a forma de pagamento em prestações”, diz Lavínia.

“O brasileiro tem o péssimo hábito de planejar a compra de um produto e fazer o pagamento desse produto a médio e longo prazo, no cartão de crédito ou no carnê. Isso faz com que a pessoa acabe sempre gastando mais devido a carga tributária inclusa nesses produtos. Se ao invés disso a pessoa souber fazer este planejamento, guardando o dinheiro para pagar à vista esse produto, no final ela consegue economizar muito”, reforça Lavínia.

 

Eduardo Sirotsky Melzer comparece a debate sobre a atuação dos conselhos de administração

A governança corporativa pode ser definida como um conjunto de ações orientadas por regras transparentes e disseminadas na organização a que se referem.

Será com base na maior ou menor aderência a essas regras que as condutas individuais e coletivas deverão ser monitoradas e avaliadas quanto à eficiência, à eficácia e à efetividade no que diz respeito à contribuição para o alcance das metas estabelecidas.

Um dos papeis mais importantes da governança corporativa é o de definir as tais regras e garantir que elas serão capazes de organizar a relação entre diversos grupos. No caso de empresas, isso inclui a mediação dos interesses de acionistas, funcionários, clientes, fornecedores e membros da comunidade, entre outros públicos.

Considerando a importância central que tem na definição do rumo das organizações, é o Conselho de Administração que costuma ser o responsável pela governança corporativa.

Foi para tratar do tema que a empresa de consultoria PricewaterhouseCoopers reuniu, no último dia 19 de junho, nas dependências da Livraria Cultura, em Porto Alegre, o chairman e presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, e o presidente e conselheiro das Lojas Renner, José Galló.

O encontro aconteceu durante o lançamento do livro intitulado “A Caixa Preta da Governança”, da autoria de Sandra Guerra, que escreveu a obra com a autoridade de quem tem atuado como conselheira e presidente de Conselhos de Administração em empresas desde 1995. Sandra tomou como base para seu trabalho o resultado de entrevistas realizadas por ela mesma, nas quais ouviu vinte e sete conselheiros brasileiros e estrangeiros, além de respostas obtidas por meio de pesquisa respondida anonimamente por outros cento e dois membros de conselho.

Eduardo Sirotsky Melzer e José Galló participaram do painel “Uma viagem pelo mundo comportamental dos conselhos. A visão privilegiada de experientes navegadores”. A conversa foi rica em conteúdo e, na maior parte das questões abordadas, houve convergência de opiniões entre Galló e Eduardo Sirotsky Melzer.

As diferenças nas trajetórias dos debatedores brindaram o público que compareceu ao auditório da Livraria Cultura com visões complementares a respeito das possibilidades e limitações dos Conselhos de Administração.

A contribuição de Eduardo Sirotsky Melzer jogou luz especialmente sobre os aspectos relacionados a negócios de base familiar. Afinal, como é sabido, o chairman do Grupo RBS é herdeiro natural das empresas que comanda, o que o leva a encarnar com muita propriedade a figura de insider, ou seja, de alguém que conhece o negócio a partir de uma perspectiva privilegiada.

Apesar de fazer questão de destacar as vantagens inerentes do conselheiro que também é o dono do negócio, Eduardo Sirotsky Melzer fez questão de apontar que o diferencial que traz sucesso ao trabalho do Conselho de Administração é o estabelecimento de uma abordagem profissional, independentemente do sobrenome dos conselheiros.

Em suas palavras finais, a escritora Sandra Guerra consolidou as falas dos dois ilustres convidados e resumiu dizendo que são três as categorias em que se dividem as funções dos Conselhos de Administração, a saber: direcionar a estratégia; controlar e monitorar a empresa; e aconselhar a gestão da companhia.

 

Vacinação contra HPV é ampliada pelo Ministério da Saúde

Resultado de imagem para Vacinação contra HPV

A ampliação do programa de vacinação contra o HPV foi anunciado no dia 20 de junho pelo Ministério da Saúde. A vacinação antes era feita somente em meninas com idade entre 11 e 15 anos incompletos, com o novo anúncio, a vacinação também será realizada nos meninos da mesma faixa etária.

Segundo o pronunciamento do Ministério, a ampliação acontecerá por causa de novos estudos que comprovaram a eficácia da vacinação em homens para prevenir o HPV. Além disso, a ampliação do público-alvo permitirá ter menos desperdícios com as remessas de vacinas.

Outra ampliação ocorrerá em mulheres e homens que passarem por procedimentos invasivos como transplantes e tratamentos oncológicos e que façam o uso de radioterapia e quimioterapia. As meninas que já passaram dos 15 anos de idade, mas que não receberam nenhuma dose da vacina contra o HPV, também poderão pedir a imunização nos postos de saúde de todo o Brasil.

Inicialmente, as campanhas de vacinação contra o HPV que são distribuídas pelo SUS desde 2014, tinham como público-alvo apenas as meninas. A partir de janeiro deste ano, meninos com idade entre 12 e 13 anos também puderam ser imunizados, bem como as crianças e os jovens com idade entre 9 a 26 anos que são portadores do HIV.

O ministro da saúde, Ricardo Barros, afirmou: “Nós temos que cuidar da imunização das nossas crianças, porque as estatísticas e estudos internacionais demonstram que, de fato, a vacina ajuda a reduzir os casos de câncer nessas pessoas imunizadas. Então, é mobilizar a sociedade e imunizar as pessoas”.

O Ministério da Saúde também revelou que a imunização de 80% do total de 7,1 milhões de meninos e 4,3 milhões de meninas, ocorrerá através do Programa Saúde na Escola, que é uma parceria com o Ministério da Educação. Para que a meta de vacinação dos meninos com idade entre 11 a 15 anos e das meninas de 9 a 15 anos seja concluída, o Programa Saúde na Escola prevê que os alunos apresentem a caderneta de vacinação no momento da matrícula. Dessa forma a instituição informará quais são as doses que precisam ser enviadas com prioridades.

A regra para a vacinação continuará sendo a mesma que era aplicada apenas para as meninas. O novo público-alvo continuará a tomar duas doses da vacina, respeitando um intervalo mínimo de seis meses entre cada uma delas. A única exceção será para as pessoas com HIV, que precisarão de uma prescrição médica para tomarem a vacina, sendo que elas deverão tomar três doses de uma única vez, ou com intervalo que pode variar de 2 a 6 meses. Segundo o Ministério, outro fator importante é manter as doses sempre em dia, pois isso garante uma eficácia de 98% na imunização.

 

Veja também: Analgésico de opioide é retirado dos Estados Unidos após casos de overdose

 

Segredos de beleza das maiores atrizes da história de Hollywood

As atrizes da chamada  Era de Ouro do cinema norte-americano,  também conhecida como Old Hollywood, são lembradas tanto pelo seu talento na dramaturgia, como também por terem uma beleza invejável. O que muitos não sabem são os segredos de beleza dessas grandes atrizes, que eram essenciais para deixá-las tão belas nas telas do cinema. Pensando nisso, selecionamos logo abaixo alguns segredos das maiores divas de Old Hollywood.

Marilyn Monroe –  Considerada por muitos como a mulher mais bonita de todos os tempos, Marilyn Monroe gostava de deixar os seus lábios maiores. Para isso, a atriz solicitava que os seus maquiadores aplicassem várias camadas de batom vermelho em sua boca, tendo o cuidado de aplicar as tonalidades mais escuras no contorno dos lábios e os mais claros no centro, o que causava a ilusão de aumentar bastante os lábios de Marilyn.

Image result for audrey hepburn

Audrey Hepburn –  Com uma aparência de boneca, a atriz Audrey Hepburn tentava sempre dar destaque para os seus olhos, um de seus atributos que mais chamavam atenção. Para isso, após passar algumas camadas de máscara de cílios, Audrey tinha o cuidado de separar os fios com uma pinça, o que garantia uma naturalidade bem maior ao seu olhar.

Image result for Grace Kelly

Grace Kelly –  Durante sua carreira como atriz, a eterna princesa de Monaco adorava utilizar técnicas de contorno, aplicando blushes mais escuros nas laterais do rosto para definir as suas bochechas e afinar o seu formato. Apesar de nos dias de hoje o contorno ter se tornado uma prática muito comum, na época isso era uma grande novidade, o que fez de Grace Kelly uma das primeiras atrizes a adotarem esse técnica.

Image result for Vivien Leigh

Vivien Leigh –  Assim como Marilyn, Vivien Leigh também tentava aumentar o tamanho dos seus lábios. Para isso, a atriz utilizava um lápis de boca para contornar os seus lábios e deixá-los um pouco maiores, uma técnica também pouco comum na época.

Image result for Rita Hayworth

Rita Hayworth –  Os principais cuidados de beleza de Rita Hayworth eram relacionados aos seus belos cachos ruivos, que eram considerados sua grande marca. Para deixá-los sempre saudáveis, a atriz tinha todo um cuidado na hora de lavá-los, acrescentando um óleo de origem natural em seus fios por aproximadamente 15 minutos depois de cada lavagem. Após esse tempo, ela enxaguava novamente o cabelo com água quente e limão, um segredo que segundo ela era capaz de remover qualquer resíduo ainda presente nos fios.

Related image

Mae West –  Não é nenhuma novidades que os óleos de coco estão na moda atualmente para hidratar os fios. Contudo, mesmo nos anos 30, a atriz Mae West já era adepta desse produto, porém com outra finalidade. Ela tinha o hábito de passar esse óleo em seu rosto, com a intenção de hidratar e dar mais brilho a pele.

 

 

Estudar em Portugal pode ser atrativo para brasileiros

Image result for estudar em portugal;

Quem procura viver uma experiência acadêmica fora do país e não ter dificuldade na hora da comunicação, Portugal é uma escolha ideal para estudantes que procuram conciliar intercâmbio cultural e proximidade com o idioma.

Os brasileiros que almejam cursar um ensino superior em solo europeu, podem ter facilidades que atrai quem procura por qualidade de vida e tradição. Desde o ano de 2014, Portugal utiliza o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para admitir estudantes brasileiros em suas instituições, até o momento 22 lugares consideram a nota do Enem para ocupar uma vaga de universitário.

A flexibilidade de mobilização que se tem na Europa e a consistência acadêmica europeia fazem que mais brasileiros se interessem para estudar em Portugal. A Universidade de Coimbra já aceita como critério a nota do Enem desde 2014, sendo a primeira universidade a adotar a nota do Enem no país. Um total de 2.300 alunos fazem parte dos alunos da Universidade de Coimbra, o que representa 10% das vagas do lugar destinadas a estrangeiros do total de 20%.

Da mesma forma como funciona no Brasil, a nota do Enem para ingressar na instituição dependerá do curso escolhido, essa informação pode ser obtida no site da universidade que se pretende cursar. Para quem está procurando por um doutorado ou mestrado é necessário a inscrição no site das universidades, que por sua vez tem o hábito de pedir que o candidato apresente histórico escolar e cartas de recomendações e de motivação. Especificamente na universidade de Coimbra quando um aluno tem as notas 7 e 8 ao longo de seus anos de graduação, será possível conquistar a paridade de notas para ingressar.

A anualidade nas universidades é chamada de propina, cada universidade tem o seu valor. O valor médio para uma graduação é de 7.000 euros, que são 24.500 reais que cobrem um ano de estudo, o parcelamento pode ser feito em 10 vezes de 700 euros, que convertidos totalizam uma mensalidade de 2.450 reais. Existem algumas universidades que oferecem um desconto para alunos da mesma língua, como a Universidade do Porto que cobra o valor de 1.000 a 1.500 euros para um ano, em torno de 5.000 a 10.000 reais.

O custo de vida é outro ponto que chama a atenção dos estudantes, lugares como pequenas cidades têm um custo de vida baixo, como a Universidade Coimbra, Universidade de Algarve que está situada na cidade litorânea de Faro e possui uma população de 60.000 habitantes, ou a Universidade do Minho que está localizada na cidade de Braga, com 180.000 habitantes.

Portugal tem quatro universidades classificadas entre as 500 melhores do mundo, onde a Universidade do Porto é a melhor classificada no ranking da QS World University, depois estão a Universidade de Lisboa, Nova Lisboa e Coimbra.