As inspeções em aeroportos ficam mais rigorosas em voos para os EUA

Resultado de imagem para As inspeções em aeroportos ficam mais rigorosas em voos para os EUA

As pessoas que estão embarcando para os Estados Unidos dos aeroportos brasileiros, estão passando por uma inspeção mais intensa na hora do embarque. Além da fiscalização dos agentes que trabalham nos aeroportos, feitos na área do embarque, as empresas aéreas vão precisar fortalecer a fiscalização da bagagem de mão, que será feita na entrada da aeronave, principalmente os aparelhos eletrônicos e de informática, como laptops, tablets e celulares, foi o que determinou a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Depois de completar um ano na última semana, essas exigências ficaram ainda mais intensas, segundo o comunicado feito pela Anac. Essas imposições são feitas pela organização americana Transportation Security Administration (TSA), que se dispõe a combater as ações terroristas, por meio da segurança no transporte aéreo. A Anac também informou através do seu departamento de imprensa, em Brasília, que esta medida já está sendo tomada em todos os voos com destino para os Estados Unidos. A assessoria ainda afirmou, que  essas providências  não estão sendo tomadas somente dentro dos aeroportos brasileiros, e que também não poderia comentar o número de passageiros que serão abordados em cada voo. Isso mostra que esse processo poderá ser colocado em prática de forma gradativa.

A companhia aérea Latam, que tem voos com destinos para os Estados Unidos, foi procurada pela Agência Brasil e informou que em algumas situações, a revista poderá ser feita. No início, não vai acontecer em todos os voos, podendo começar progressivamente. O que está sendo orientado, é que todas as pessoas que estão indo para os EUA, podem estar sujeitas a essas normas complementares de revista, explicou um funcionário da companhia aérea Latam.

O Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek, de Brasília, informou através da sua assessoria de imprensa, que a revista irá valer tanto para voos internacionais quanto para os domésticos. Além da revista ao acaso que vai ser feita nos passageiros, os aparelhos eletrônicos, como tablets e laptops, também irão passar por detectores de riscos de explosivos. Essas providências que estão sendo tomadas, têm como objetivo trazer mais segurança aos passageiros e também aos funcionários de aeroportos e companhias aéreas.

Os passageiros que se negarem a passar pelas medidas de segurança, poderão ser impedidos de pegarem os seus voos. A companhia aérea Latam está orientando os seus passageiros, que cheguem com pelo menos três horas de antecedência dos seus voos, evitando assim, maiores contratempos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *