Michel Terpins, da equipe Bull Sertões Rally Team, na 25ª edição do Rally dos Sertões

A 25ª edição do Rally dos Sertões – maior prova off-road do país, que marca 25 anos de história da competição – aconteceu do dia 20 ao dia 26 de agosto. A largada da primeira entre as sete etapas foi na capital Goiânia (GO) e quem começou com o pé direito e assinalou o melhor tempo do dia, e o quarto tempo da geral, foi a dupla integrada pelo piloto Michel Terpins e o navegador Maykel Justo, da equipe Bull Sertões Rally Team.

Os dois disputaram a competição pelo segundo ano consecutivo pela Protótipos T1, a principal dos carros brasileiros, a bordo do T-Rex, desenvolvido pela equipe MEM Motorsport. Para essa edição, o carro passou por algumas modificações que o deixaram mais potente e competitivo.

“O Sertões é a prova mais aguardada do ano, a mais prazerosa de se fazer, ao mesmo tempo uma incógnita porque nos deparamos com etapas desafiantes a cada dia, onde tudo pode acontecer. O que me deixa seguro é que temos um carro muito robusto, preparado minuciosamente e, agora, com motor V8 a etanol e estamos confiantes”, disse Michel Terpins antes mesmo de começar o campeonato.

No dia 26 de agosto, ao final da maior prova off-road brasileira, que passou por três estados – Goiás (GO), Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS) –  teve mais de mais de 3.300 quilômetros percorridos, além de 280 participantes e 161 veículos, entre eles, motos, quadris, UTVs e carros, a dupla da equipe Bull Sertões Rally Team cruzou, como campeã, a rampa de chegada em Bonito (MS). Michel Terpins e Maykel Justo ainda ficaram entre os Top 5 mais rápidos da edição e na geral conquistaram o 4º lugar.

A 25ª edição foi o primeiro título no Rally dos Sertões do irmão mais novo do também piloto Rodrigo Terpins. “Conquistar este título foi muito bacana. Estava brigando por ele há quatro anos, quando comecei a pilotar o T-Rex, mas sempre acontecia algo durante o Sertões. Desta vez, já no terceiro dia a gente estava com vantagem e depois eu tive mais quatro etapas para administrar com tranquilidade e foi o que fiz. Usamos de estratégias, inclusive nos abastecimentos, mesmo sem precisar a gente parava por precaução”, comemorou o piloto da Bull Sertões Rally Team.

Essa foi a 10ª participação de Michel Terpins na competição. O piloto estreou em 2002, na categoria motos, depois navegou para o irmão Rodrigo Terpins nos carros e, nos últimos quatro anos, fez uma evolução em sua pilotagem com o T-Rex. Com ele, atualmente, está o navegador de Taubaté (SP), Maykel Justo, que tem uma década de Rally dos Sertões no currículo e já conquistou quatro títulos. “Maykel tem uma experiência vasta no rali e me passa muita segurança e nossa sintonia está perfeita”, salientou Michel Terpins sobre a parceria.

Antes de iniciar a competição, Justo também havia se pronunciado a respeito da dupla. “É muito gratificante poder participar da edição de 25 anos ao lado do Michel Terpins. Neste ano fizemos o RN 1500 [rali de quatro dias pelo Rio Grande do Norte] juntos e pudemos comprovar que o carro ganhou uma performance excelente. Vamos focar nas sete etapas e lutar por um bom resultado neste meu 11º Sertões”, ponderou o navegador.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *