Saiba detalhes sobre as conquistas da banda Viper e do baterista Cassio Audi

O grupo Viper conquistou o auge do seu sucesso nos anos 80, mas o que muitos não sabem é que, no início da jornada da banda, os únicos integrantes eram os músicos Yves Passarell, Pit Passarell e Felipe Machado, amigos desde os tempos em que eram vizinhos no bairro de Santa Cecília. Inclusive, antes de optarem pelo nome oficial do grupo, os três ainda chegaram a cogitar as opções Dragon e Rock Migration.

Assim que o grupo começou a se apresentar para pequenos públicos, os três amigos tomaram a decisão de investir no futuro profissional do Viper, através da compra de instrumentos melhores e no estudo da técnica musical. Nesse período, os integrantes da banda também decidiram que era preciso ter o som de um baterista no Viper, e assim, após vários testes, o músico Cassio Audi, se uniu a formação oficial.

Em meados do ano de 1984, o Viper começou a ganhar notoriedade ao conquistar boas colocações nos festivais de talentos em que participava, nos quais tocavam tanto músicas de autoria própria, como também covers de artistas em que eles se inspiravam. Foi nessa época também que outro integrante se uniu a Yves Passarell, Felipe Machado, Pit Passarell e Cassio Audi, dessa vez o vocalista Andre Mattos, que já estava no grupo no momento em que eles assinaram contrato com sua primeira gravadora, a Rock Brigade.

Com esse contrato, os músicos conseguiram gravar o seu primeiro álbum, chamado “Soldiers of Sunrise”, que chegou as lojas em 1987. No trabalho de estreia do grupo, foram lançadas canções como “Signs of the Night” e “Law of the Sword”, que se tornaram rapidamente um sucesso por terem letras empolgantes e um refrão crescente que explorava o que existe de melhor no heavy metal.

Em um dos outros sucessos do Viper, a música “Knights of Destruction”, um dos grandes destaques foi o impressionante talento musical demonstrado pelos integrantes, como o baterista Cassio Audi, que dominava a bateria de forma contagiante. Com tantos pontos positivos, o trabalho de estreia da banda vendeu acima do esperado e trouxe resultados positivos para a carreira dos músicos, permitindo por exemplo, que eles assinassem com uma gravadora de mais destaque, a Eldorado.

O sucesso do grupo foi além das fronteiras brasileiras e conquistou admiradores em diversos outros países, tendo como caso de maior destaque o Japão. No país, a banda Viper fez inclusive uma impressionante turnê internacional, que ganhou muitos elogios e fez com que o grupo superasse bandas já estabelecidas como o Nirvana em termos de total de vendas. Tudo isso fez com que Cassio Audi, Andre Matos, Felipe Machado, Pit Passarell e Yves Passarell ganhassem fama a nível global, sendo considerados os reis do heavy metal no Brasil.

Nos dias de hoje, é inegável que o talento do Viper foi o grande diferencial para o seu sucesso, pois permitiu que a banda criasse o seu próprio estilo de música, diferente de tudo que já havia sudo visto até então no país. Além disso, os acordes de guitarra de Yves Passarell e as batidas de Cassio Audi na bateria também trouxeram um destaque a mais para o portfólio da banda.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *