Abelhas estão com sua sobrevivência ameaçada pelas mudanças climáticas

Image result for abelhas

A diminuição exagerada das abelhas nos últimos anos, vem preocupando os cientistas que estão em uma busca incansável para descobrir o principal fator para isso estar ocorrendo.

As abelhas são responsáveis por três quartos das culturas alimentares junto a outros polinizadores, que mostra que o fato delas estarem desaparecendo irá causar danos irreparáveis a segurança alimentar e ao ecossistema.

O prejuízo com as mudanças climáticas aos polinizadores é particularmente preocupante para os cientistas da Universidade Estadual da Flórida, que estão em uma nova pesquisa para tentar ajudar a explicar esse vínculo de clima global e de mudanças constantes com o declínio da população das abelhas no mundo todo.

Os pesquisadores publicaram na revista Ecology Letter, a descoberta sobre o sumiço das abelhas que afeta diretamente a produção de alimentos, e as mudanças climáticas afetam as flores e suas disponibilidades para as abelhas. A equipe examinou 3 espécies diferentes de abelhas das montanhas rochosas do Colorado, nos Estados Unidos, e descobriram que conforme o clima global altera, os ciclos sazonais que são equilibrados delicadamente começam a mudar também. Isso significa uma antecipação do degelo das montanhas rochosas e estações de flores prolongadas.

Apesar de parecerem boas para as abelhas, devido ao prolongamento das flores com mais alimentos para elas, essas mudanças climáticas fazem com que a neve derreta mais cedo, com temporadas de flores mais longas, os dias com poucos alimentos aumentam e fazem com o declínio das abelhas aconteça.

Quanto mais dias com flores disponíveis, com temporadas mais longas devido ao derretimento antecipado da neve, trazendo dias mais longos com pouca disponibilidade de flores, mais as abelhas podem sair e fazer as colônias crescerem, explica a principal autora do estudo, Jane Ogilvie.

Essa descoberta contribui para uma evidência crescente das consequências ecológicas graves, segundo a pesquisadora, que sugere desafios novos para a conservação. A sugestão dos resultados é que esse tema deve ser considerado como fontes alimentares de uma espécie relacionadas às mudanças climáticas.

Os cientistas estudam outros fatores, como o ácaro Varroa destructor, o fungo Nosema ceranar, alguns vírus, pesticidas especialmente do grupo de neonicotinoides e fragmentação das matas e florestas, além dos climáticos, que possam interferir no comportamento das abelhas e nas colmeias.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *