Mulher milionária resolve virar mendiga e o motivo é surpreendente

A milionária britânica, Ariane Fuk de origem iraniana de 50 anos de idade, era milionária e vivia uma vida que poucos podem usufruir.

A mulher que estudou em Cambridge e é poliglota, passava boa parte do seu tempo visitando os museus, viajando, e frequentando ambientes da elite, frequentando hotéis de Milão, entre outros eventos sociais e locais da alta sociedade, desapareceu em janeiro de 2016, sem deixar nenhuma pista.

A família da britânica se deu conta da sua ausência e denunciou seu desaparecimento para a polícia, que não conseguiu localizá-la durante esse tempo todo.

Sem nenhuma informação sobre o desaparecimento da mulher, a família contratou investigadores particulares para descobrir o paradeiro da milionária. A busca durou mais de 6 meses, quando finalmente, a encontraram no centro da cidade italiana, em Milão, dormindo em cima de uma grade de ventilação do metrô, próximo a um hotel de luxo.

Segundo a mídia italiana, a mulher sofreu um “apagão mental”, e não sabia quem era. Ariane estava confusa e não sabia explicar o que havia acontecido com ela, mas disse aos investigadores que sempre morou na rua, e que havia escolhido viver como moradora de rua.

A mulher foi levada ao hospital para que se investigasse qual a causa do “apagão mental” que a vítima havia sofrido.

Durante a investigação os médicos descobriram que Ariane já sofria desde seus 20 anos de idade com problemas de transtornos metais e que tomava uma medicação controlada, que amenizavam seus esquecimentos. Porém, após seus pais morrerem a milionária decidiu parar de tomar os remédios alegando que a medicação a estava envenenando.

Segundo sua família, os problemas ganharam mais força a partir de 2011, quando Ariane criou uma conta no facebook com o perfil de princesa Ariane Lak. A milionária dizia para seus seguidores que era descendente da dinastia real iraniana da Mornaquia Qajar, e por isto, era seguida por milhões de pessoas.

Ariane foi entregue aos cuidados de sua irmã que agora está responsável pelo tratamento psicológico da milionária. O caso repercutiu por toda a Europa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *