Estratégia de marketing foge do controle com Nutella 70% mais barato

Uma ação de marketing realizada pelo Burger King nos Estados Unidos, tentou explicar aos seus consumidores o que significa a abordagem de neutralidade da rede. A ação promovida pela rede de fast food nos Estados Unidos evidenciou que muitos cidadãos do país desconhecem o que significa o termo de neutralidade da rede que está sendo amplamente discutido no país atualmente.

O vídeo gravado pela própria empresa mostra um novo cardápio da rede com as opções de seu famoso lanche, o Whoopper, sendo oferecido em três diferentes formas. A primeira opção fazia o cliente esperar mais tempo para conseguir seu Whoopper a um preço justo; a segunda opção tinha um tempo de espera moderado e um preço um pouco mais alto; já a terceira opção, garantia um Whoopper imediatamente, mas a um custo maior.

Essa foi a forma como a empresa Burger King tentou explicar aos seus consumidores a relação da neutralidade da rede, que foi definida pela Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (um órgão parecido com a Anatel no Brasil), que as operadoras de banda larga do país poderão moderar o tráfego de internet como elas quiserem.

Isso significa que nos Estados Unidos, as empresas que operarem banda larga no país poderão cobrar mais caro para fornecer uma internet de maior velocidade e qualidade. Já os planos mais baratos de internet, poderão ser oferecidos com uma redução da qualidade e da velocidade em todo o país. Essa nova abordagem é chamada de neutralidade da rede nos Estados Unidos, onde para se ter o melhor é preciso pagar mais caro, fazendo com que os planos baratos sejam de péssima qualidade.

Pensando nessa decisão, a rede de fast food famosa quis demonstrar como seria utilizar essa abordagem no cotidiano, como nas vendas de seus lanches. Para que tudo ficasse mais interativo possível, o cartaz elaborado pela Burger King continha informações sobre MBPS de cada lanche, classificando as opções como Slow MBPS, Fast MBPS e Hyperfast MBPS, que quer dizer devagar, rápido e hiper-rápido, cada uma das opções com preços diferentes.

Essa experiência feita pela Burger King em prol da descontinuação da neutralidade da rede é de autoria da agência de publicidade David Miami, que acabou por irritar muitos clientes ao sentir na pele o que seria viver a neutralidade nas vendas do Whoopper.

No vídeo que foi divulgado na internet, a empresa diz a seguinte frase se posicionando entre a decisão do órgão americano: “Nós acreditamos que a internet deve ser como os restaurantes do Burger King, um lugar que não prioriza e recebe todos”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *