Uma visão sobre empreendedorismo

Existem muitas notícias sobre empreendedores. Alguns deles retratam os empresários como personagens quase míticas que obtêm suas habilidades de uma combinação genética única. No entanto, a pesquisa nos diz que o empreendedorismo pode ser aprendido. As informações abaixo fornecem algumas características e habilidades que você pode adquirir para melhorar sua capacidade empreendedora.

Em termos de um pequeno negócio rural, um empreendedor é alguém que identifica uma oportunidade de mercado para produtos e produtos agrícolas e cria uma organização empresarial para perseguir a oportunidade.

Para ajudar você a entender os empreendedores, aqui estão quatro características dos empreendedores bem-sucedidos.

Características de empreendedores bem-sucedidos: Empreendedores de sucesso são capazes de identificar oportunidades de negócios em potencial melhor do que a maioria das pessoas. Eles se concentram em oportunidades – não problemas – e tentam aprender com o fracasso.

Os empreendedores de sucesso são orientados para a ação. Isso vem de um senso de urgência. Eles têm uma grande necessidade de realização, o que os motiva a transformar suas ideias em ação.

Os empreendedores de sucesso têm um conhecimento detalhado dos fatores-chave necessários para o sucesso e têm a resistência física necessária para colocar suas vidas em seu trabalho.

Os empreendedores bem-sucedidos procuram ajuda externa para complementar suas habilidades, conhecimentos e habilidades. Através de seu entusiasmo, eles são capazes de atrair investidores-chave, parceiros, credores e funcionários.

Tomadores de risco: Acredita-se geralmente que os empreendedores são tomadores de risco. No entanto, a evidência sugere que eles são avessos ao risco, assim como você e eu. Empreendedores de sucesso tentam minimizar sua exposição ao risco sempre que apropriado, avaliando cuidadosamente a relação risco / recompensa de suas ações. O risco é assumido apenas quando a oportunidade de recompensa é suficientemente grande o suficiente para justificar o risco.

Senso de Limites: Em uma idade muito precoce, de nossos pais, amigos e professores, começamos a desenvolver um senso de limites. Estes são limites do que podemos e não podemos fazer e do que podemos e não podemos realizar. É manifesto de várias maneiras, como “não somos bons o suficiente, não são inteligentes o suficiente ou não são capazes o suficiente”. Esse senso de limites é baseado em emoções e não em lógica.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *