Exames de sangue podem prevê Alzheimer com três anos de antecedência

Cientistas da Universidade de Georgetown localiza na cidade de Washington nos Estados Unidos, realizaram estudos sobre a descoberta da Doença de Alzheimer por exames de sangue. Howard Federoff liderou os trabalhos de pesquisa, que se basearam nos níveis de 10 metabólitos lipídicos. A descoberta foi publicada na Nature Medicine.

A doença de Alzheimer é uma doença degenerativa do sistema cerebral que afeta pessoas de mais idade. Funções do cérebro como memória, raciocínio e comportamento são comprometidas de forma lentamente, porem progressiva, resultando o paciente a uma dependência para realizar suas atividades diárias da vida. É um processo totalmente diferente do envelhecimento cerebral natural decorrente do tempo, pois neste ocorre alterações patológicas no tecido cerebral, tais como deposição de proteínas anormais e morte celular.

O estudo de Howard Federoff acompanhou 525 pessoas com idades superiores há 70 anos em um período de cinco anos. Constatou-se que em diversas verificações, as pessoas que desenvolveram quadro de Alzheimer ou problemas cognitivos de baixa relevância, tinham níveis mais escassos destes 10 fosfolipídios. A doença de Alzheimer é a primeira doença neurodegenerativa. Pesquisas estimam que a doença afete a saúde cerebral de pelo menos 35,6 milhões de pessoas no mundo, sendo estimado 1,2 milhão apenas no Brasil, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz). Por enquanto, a análise desses estudos, ainda não tem aplicações médicas, uma vez que ainda não há cura para a doença de Alzheimer no mundo. Contamos apenas com alguns tratamentos e terapias que por vez tentam manter e estabilizar as capacidades básicas de memória e mobilidade dos pacientes afetados. Também ainda não existem outros fatores de detecção. O diagnóstico é feito pelos sintomas da doença. Existem várias tentativas de se obter e chegar a um diagnóstico precoce medindo algumas proteínas do líquido cerebrospinal.

De certo modo, o estudo do sistema descrito é singelo e o que parece, bem concludente. Os Cientistas afirmam com clareza e em alto e bom tom de confiança, em tê-lo disponível em grande escala em um prazo de dois anos.

Quem é demitido por justa causa também têm seus direitos

O temor por perder o emprego tem se tornado cada vez mais recorrente no Brasil, possivelmente pelo fato dos brasileiros estarem passando por um período de forte crise que tem desempregado uma série de profissionais do mercado de trabalho, e também promovido a contratação de pessoas ganhando cada vez menos, que aceitam não receber o valor justo, para que simplesmente tenham um mínimo possível para conseguir fechar o pagamento de suas contas no final do mês. Seguindo isso, caso ocorra a demissão de uma pessoa de seu posto de trabalho, é importante ter consciência do termo jurídico a qual as mesmas são amparadas e que são direitos que possuem legalmente, agora que elas não são mais parte integrante da corporação.

Nesse artigo será atentado apenas ao caso de a pessoa ser demitida por justa causa, onde espera-se que a mesma tenha cometido algum ato previsto na lei e que seja configurado como grave. Por exemplo, um ato de improbidade, que nada mais é que realizar algum furto de patrimônio da empresa, incontinência de conduta, que se traduz como os casos de assédio sexual, dentre outros. Ao ser concluído que essa foi a forma de demissão, o profissional perde grande parte de todos os benefícios os quais teria acesso, restando apenas receber o equivalente trabalhado até determinado dia do mês e as férias vencidas acrescidas de um terço sobre o valor total.

Para poder desmistificar esses direitos, é importante exemplificar, o quanto que uma determinada pessoa receberia caso fosse demitida por justa causa. Supondo que um funcionário receba R$1200,00 por mês, e ele foi pego roubando pertences da empresa, consequentemente foi instaurado o processo de demissão por justa causa ao mesmo, porém aquele dia tratava-se do 12º dia daquele mês, e esse funcionário já trabalhava na empresa por mais de 1 ano. Por sua vez seu ressarcimento total será de:

  • Salário referente aos dias trabalhados daquele mês: R$1200,00 / 30 = R$40,00 (é o valor de 1 dia de trabalho). Como o funcionário trabalhou por 12 dias, ele receberá: 12 x R$40,00 = R$480,00.
  • O funcionário já trabalha há mais de 1 ano, logo tem direito às férias, porém ainda não as tirou, terá um acréscimo no seu montante, sendo: o equivalente ao salário dos dias trabalhados mais um teço do mesmo. R$480,00 + R$160,00 = R$640,00

Portanto, é bom as pessoas terem consciência de seus atos, e também ficarem atentas quanto aos seus direitos, pois as pessoas demitidas por justa causa perdem uma série de benefícios, como: aviso prévio, férias proporcionais, 13º salário proporcional, indenização de 40% do FGTS, ao saque do mesmo e também o acesso ao seguro-desemprego (para os que se enquadram nas condições).

 

O ritmo de trabalho no Japão tem provocado problemas sérios

Uma notícia que direto da terra do sol nascente parece chocar grande parte dos brasileiros, pelo fato do Japão instaurar uma medida solicitando para que os japoneses tirem folga pelo menos uma manhã de segunda-feira do mês, devido ao excesso de trabalho que vem causando muitos danos a população, que vão desde doenças mentais até mortes, como são conhecidos os karoshis.

O portal de notícias G1 registrou que os japoneses trabalharam em média no ano de 2017, um total equivalente a 1710 horas, que pode ser um número elevado ao se comparar com países da Europa, mas que não supera ao dos Estados Unidos ou Coréia do Sul, que superam as 2000 mil horas. E por via disso, foram noticiados casos de karoshis, que são situações decorrentes a morte de funcionários mediante o desgaste extremo pelo trabalho, e um exemplo disso foi o caso da emissora de TV NHK, onde a repórter Miwa Sado foi vítima de ataque cardíaco no ano de 2013, após se submeter a exaustivas 150 horas extras de trabalho, lembrando que a repórter se tratava de uma jovem com apenas 31 anos.

Para tenta combater esse desgaste em excesso por parte da população japonesa, o Governo tem instituído incentivos para que os funcionários saiam mais cedo de seus postos de trabalho e utilizem tal tempo para relaxar, consumir e também gastar dinheiro, para que assim ajude a circular o capital. No entanto, há uma cultura muito forte pelo público japonês, e muitos deles se contrapõem a tal exercício, pois entendem que estão perdendo com isso, uma vez que seus salários são pagos mediante as horas trabalhadas, e em caso de saída mais cedo ou falta o pagamento também é menor. E seguindo isso, o Governo tenta oferecer descontos e benefícios às pessoas que aceitarem tais medidas, que até o momento ainda tem sido pouco atendida. O fato de ser escolhida às segundas-feiras é porque anteriormente já havia sido tentado com as sextas-feiras, porém por se tratar de um dia mais movimentado em que ocorre o fechamento de uma série de contratos e negócios, o dia foi transferido para uma segunda-feira do mês.

Portanto, a intenção do Governo é que as pessoas apresentem uma melhor qualidade de vida, já que os casos de doenças, mortes e suicídios são altos pelos japoneses, principalmente entre o público de 20 a 29 anos, que é muito cobrado, e realizam exorbitantes horas extras.

 

Hábitos saudáveis

Dicas e notícias de dietas e exercícios que funcionam.

Todos nós queremos ser os mais aptos, mas com tantos conselhos flutuando por aí, pode ser difícil entender quais dicas de assistência médica realmente funcionam. Para tornar sua vida um pouco mais fácil, reunimos várias estratégias saudáveis para ajudar você a atingir suas metas de condicionamento físico mais ambiciosas ainda mais rapidamente.

Diga olá ao H20.

Se você está indo para a aula de spinning, boot camp, ou qualquer outro exercício, é sempre importante hidratar para que você possa ficar energizado e ter o seu melhor treino. Bebidas atléticas carregadas de eletrólitos, no entanto, podem ser uma fonte de calorias desnecessárias, por isso “a água potável geralmente está bem até que você esteja se exercitando por mais de uma hora”, diz Newgent. Nesse ponto, sinta-se à vontade para comprar bebidas regulares do tipo Gatorade (e suas calorias), o que pode lhe dar um impulso benéfico de reabastecimento. Mas não se preocupe se você gosta de um pouco de sabor durante a sua forma física: agora existem bebidas esportivas com baixas doses de álcool, acrescenta a Newgent, então fique atento para elas em seus corredores de compras.

Encontre o melhor amigo de fitness.

Um amigo de treino é extremamente útil para se manter motivado, mas é importante encontrar alguém que inspire – não desanime. Então, faça uma lista de todos os seus amigos amantes do exercício, e então veja quem se encaixa nesse critério, diz Andrew Kastor, um treinador de corrida da ASICS: seu amigo pode se reunir para se exercitar regularmente? Ela apóia (não deprecia) seus objetivos? E por último, o seu broto será capaz de acompanhá-lo ou mesmo forçar seus limites nos principais exercícios? Se você tem alguém que se encaixa todos os três, faça o telefonema.

Estocar esses.

Embora existam montes de alimentos bons para você, alguns ingredientes-chave facilitam muito o alcance de suas metas de perda de peso. No próximo supermercado, certifique-se de colocar os três principais itens de dieta da Newgent no seu carrinho: vinagre balsâmico (acrescenta um sabor de baixo teor cal aos legumes e saladas), nozes em casca (suas proteínas e fibras mantêm você saciado ) e iogurte natural sem gordura (uma fonte de proteína cremosa e reconfortante).

Hábitos saudáveis

Seja espiritual. Notícias de um estudo conduzido pela formidável e sóbria e científica Harvard University descobriu que os pacientes que foram rezados por se recuperaram mais rápido do que aqueles que não foram, mesmo se eles não estavam cientes da oração.

Alho, cebola, cebolinha e alho-poró contêm coisas que são boas para você. Um estudo no Child’s Health Institute, na Cidade do Cabo, descobriu que comer alho cru ajudava a combater infecções infantis graves. O calor destrói essas propriedades, por isso coma a sua crua, lave-a com suco de fruta ou, se você for uma mocinha, tome-a em forma de comprimido.

Um copo de vinho tinto por dia é bom para você. Um número de estudos descobriu isso, mas um recente descobriu que os polifenóis (um tipo de antioxidante) no chá verde, vinho tinto e azeitonas também podem ajudar a protegê-lo contra o câncer de mama. Acredita-se que os antioxidantes ajudam a protegê-lo de carcinógenos ambientais , como a fumaça passiva do tabaco .

Bone up diariamente. Pegue o seu cálcio diário, tomando um tablete, bebendo leite ou comendo iogurte. Isso vai manter seus ossos fortes. Lembre-se de que a densidade óssea diminui após os 30 anos de idade. Você precisa de pelo menos 200 miligramas diariamente, o que deve ser combinado com magnésio, ou simplesmente não será absorvido.

Bagas para sua barriga. Mirtilos, morangos e framboesas contêm nutrientes vegetais conhecidos como antocianidinas, que são poderosos antioxidantes. Os mirtilos rivalizam com as uvas em concentrações de resveratrol – o composto antioxidante encontrado no vinho tinto que assumiu proporções quase mitológicas. Acredita-se que o resveratrol ajuda a proteger contra doenças cardíacas e câncer.

Curry favor. Alimentos picantes, quentes, contendo pimenta ou pimenta caiena provocam endorfinas, os hormônios do bem-estar. As endorfinas têm um efeito poderoso, quase narcótico, e fazem você se sentir bem após o exercício. Mas vá fácil no cordeiro, carne de porco e carne de carneiro e os pratos cremosos de alta gordura, servidos em muitos restaurantes indianos.

Recorte as ervas antes das operações. Alguns suplementos de ervas – da popular erva de São João e ginkgo biloba ao alho, gengibre, ginseng e feverfew – podem causar aumento do sangramento durante a cirurgia, alertam os cirurgiões. Pode ser sábio parar de tomar todos os medicamentos, incluindo suplementos de ervas, pelo menos duas semanas antes da cirurgia, e informar seu cirurgião sobre seu uso de ervas.

Buffon é um grande goleiro, mas Areola deve ser o titular do PSG

O Paris Saint-Germain contratou o goleiro Buffon na última janela de transferências, o italiano que é um dos maiores goleiros de toda a história do futebol. No entanto, parece que Gianluigi Buffon não terá uma vida fácil no clube graças a sua grande carreira, já que o técnico do clube francês, Thomas Tuchel, deu notícias de que a titularidade deve ir para o jovem goleiro Alphonse Areola. Isso porque o comendante quer ver Areola ganhar experiência e mostrar seu valor atuando pelo clube.

Tuchel disse que a decisão ainda não está concreta, mas que ele já conversou com Areola e que, em sua opinião, o jovem é a melhor a opção para defender o gol do Paris Saint-Germain. O treinador revelou que o PSG é tudo para o goleiro, e que com isso ele deve querer provar a todo o custo o seu valor no clube. Afirmando em entrevista ao programa RMC Sport, Tuchel ainda disse que todos deveriam se sentirem orgulhosos de possuírem um atleta como Areola, pois o PSG precisa de jogadores desse nível para manter a alma da equipe.

Já comentando sobre Buffon, o treinador disse que, assim como ele mesmo, o italiano está em sua primeira temporada pelo clube. Destacando a experiência e liderança do atleta, Tuchel disse que o goleiro italiano é uma peça fundamental para o PSG.

Continuando ele diz que Buffon não é apenas mais um jogador a se sentar no banco, ele é uma pessoa com grande influência na equipe e que teve momentos brilhantes quando enfrentou o Guingamp. Tuchel afirma que o italiano só está no banco porque Areola precisa de minutos, de partidas e de mais experiência.

Finalizando os elogios a Buffon, o comandante do clube francês ressaltou que o goleiro poderia ficar de braços cruzados vendo Areola brilhar no gol, mas que ele prefere estar sempre presente dando conselhos a seus parceiros de equipe.

Secretário do Tesouro diz que Reforma da Previdência ajudará a cortar gastos

A atual situação orçamentária do país é de grandes dificuldades, sendo considerada grave e delicada pelos especialistas em economia de todo o país. De acordo com o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, “não tem mais como serem feitos cortes no gasto discricionário”.

Os gastos discricionários são os gastos que não são tidos como obrigatórios pelo governo. A declaração do secretário do Tesouro foi divulgada pela FGV – Fundação Getulio Vargas – durante o seminário “Direito e Desenvolvimento” realizado no final do mês de agosto de 2018.

Segundo as palavras do secretário, caso o governo decidir realizar mais investimentos em saúde e educação, não existirá dinheiro para que isso seja feito. “De todo o orçamento, 98% representam os gastos obrigatórios. Isso não está certo e não acontece em nenhum outro país”, diz Almeida. Segundo a regra estabelecida para o teto de gastos, medida aprovada pelo atual Presidente da República Michel Temer, todas as despesas só poderão ser corrigidas pela inflação encerrada no segundo semestre do ano anterior.

Ou seja, como os gastos obrigatórios seguem em alta estando acima da atual inflação, existe menos espaço para os orçamentos discricionários, ainda que sejam de extrema importância. As notícias apresentadas pelo secretário durante o evento, apontaram a ocorrência de R$ 126 bilhões em gastos discricionários este ano, o mesmo número alcançado em 2009. Simultaneamente, as despesas obrigatórias, principalmente as despesas com a Previdência e os pagamentos de funcionários, tiveram uma alta de 50% no mesmo período de tempo.

Segundo Almeida, não existe nenhum consenso para o tipo de ajuste fiscal que deve ser adotado de forma efetiva pelo Brasil. “Muitas pessoas dizem que obter o controle dos gastos é algo muito difícil de ser alcançado. Se um dia chegarmos a um ponto de vista comum, com certeza teremos um aumento da carga tributária, que atingiram os ricos e os pobres”, completou Almeida.

Almeida também acredita que a Reforma da Previdência é essencial para que o ajuste fiscal seja efetivo. “As pessoas conseguem se aposentar devido o tempo de contribuição, independentemente de qual seja a idade. Isso tem um grande custo para o país. Pela média, os trabalhadores brasileiros devem se aposentar com 55 anos, ao meu ver, uma faixa muito jovem para o século em que vivemos. Não dá para equilibrar as contas se as pessoas continuarem se aposentando aos 55 anos”, diz Almeida.

Pesquisadora alemã disse em vídeo no youtube de grande repercussão, ‘Óleo de coco é puro veneno’

Karin Michel, uma epidemiologista alemã, recentemente lançou um vídeo no youtube que alcançou cerca de um milhão de visualizações. E um dos motivos foi por causa de uma declaração polêmica que ela divulgou sobre o óleo de coco, largamente indicado por muitos nutricionistas como superalimento e opção para perda de peso. Segundo ela, se trata de um produto venenoso. Ela organiza uma palestra sobre o uso do “Óleo de coco e outros erros nutricionais”, onde destacou,” Óleo de coco é puro veneno”, assim como alertou que se trata de uma das piores coisas que uma pessoa pode ingerir.

De acordo com a epidemiologista, o óleo de coco contém quase em sua totalidade ácidos graxos saturados, altamente capazes de aumentar o colesterol (tanto o bom quanto o ruim). Karin reportou ainda que o produto a base de coco é mais nocivo que a banha.

O vídeo virou notícia no ‘The New York Times’, e foi traduzido do alemão para o inglês pelo site Bussines Insider. Os especialistas discordaram do fato que o óleo de coco ser assim tão popular como a Karin afirmou e não deram o mesmo peso de periculosidade que a alemã ensejou em sua palestra.

Outros especialistas reportaram no New York Times, que não existe qualquer comprovação dos benefícios do Óleo de coco e que o consumo realmente é um contrassenso das campanhas de redução de consumo de gordura saturada do governo americano, para baixar o índice de problemas cardíacos.

Apesar disso, o óleo de coco ainda está longe de ser um consenso. Pois diversas notícias reportam outras pesquisas discordam veementemente dos riscos do consumo desse produto, assim como, tentam demonstrar benefícios.

O vídeo da alemã teve tanta repercussão que a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia se pronunciou sobre o assunto. Eles não incentivam o uso do produto, pois consideram que não existe qualquer dado cientifico que prove a sua eficácia na perda de peso, ou que traga vantagens a saúde. Assim como, consideram que o uso traz malefícios para o paciente, por causa dos ácidos graxos saturados, e para tanto, segundo eles não existe qualquer motivo que justifique o consumo.

Estratégia de marketing foge do controle com Nutella 70% mais barato

Uma ação de marketing realizada pelo Burger King nos Estados Unidos, tentou explicar aos seus consumidores o que significa a abordagem de neutralidade da rede. A ação promovida pela rede de fast food nos Estados Unidos evidenciou que muitos cidadãos do país desconhecem o que significa o termo de neutralidade da rede que está sendo amplamente discutido no país atualmente.

O vídeo gravado pela própria empresa mostra um novo cardápio da rede com as opções de seu famoso lanche, o Whoopper, sendo oferecido em três diferentes formas. A primeira opção fazia o cliente esperar mais tempo para conseguir seu Whoopper a um preço justo; a segunda opção tinha um tempo de espera moderado e um preço um pouco mais alto; já a terceira opção, garantia um Whoopper imediatamente, mas a um custo maior.

Essa foi a forma como a empresa Burger King tentou explicar aos seus consumidores a relação da neutralidade da rede, que foi definida pela Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (um órgão parecido com a Anatel no Brasil), que as operadoras de banda larga do país poderão moderar o tráfego de internet como elas quiserem.

Isso significa que nos Estados Unidos, as empresas que operarem banda larga no país poderão cobrar mais caro para fornecer uma internet de maior velocidade e qualidade. Já os planos mais baratos de internet, poderão ser oferecidos com uma redução da qualidade e da velocidade em todo o país. Essa nova abordagem é chamada de neutralidade da rede nos Estados Unidos, onde para se ter o melhor é preciso pagar mais caro, fazendo com que os planos baratos sejam de péssima qualidade.

Pensando nessa decisão, a rede de fast food famosa quis demonstrar como seria utilizar essa abordagem no cotidiano, como nas vendas de seus lanches. Para que tudo ficasse mais interativo possível, o cartaz elaborado pela Burger King continha informações sobre MBPS de cada lanche, classificando as opções como Slow MBPS, Fast MBPS e Hyperfast MBPS, que quer dizer devagar, rápido e hiper-rápido, cada uma das opções com preços diferentes.

Essa experiência feita pela Burger King em prol da descontinuação da neutralidade da rede é de autoria da agência de publicidade David Miami, que acabou por irritar muitos clientes ao sentir na pele o que seria viver a neutralidade nas vendas do Whoopper.

No vídeo que foi divulgado na internet, a empresa diz a seguinte frase se posicionando entre a decisão do órgão americano: “Nós acreditamos que a internet deve ser como os restaurantes do Burger King, um lugar que não prioriza e recebe todos”.

Microsoft quer que clientes descartem o Windows 7, migrando para Windows 10

A Microsoft revelou no início de agosto de 2018 que teve o seu terceiro mês consecutivo de aumento por clientes que adquiriram o Windows 10.

A empresa tem feito notícias e campanhas online para que os seus clientes migrem para o novo software, principalmente os usuários do Windows 7, uma vez que esse ficara sem suporte a partir de 2020.

Um sistema operacional sem suporte não recebe atualizações. Sem atualizações podem acontecer falhes de segurança, facilitando, entre outras coisas a invasão dos computadores por hackers.

Em julho, o aumento foi de quase 1% o que significa que pouco mais de 40% dos computadores particulares e privados que utilizam os sistemas operacionais da empresa estão utilizando o Windows 10.

Por outro lado, o Windows 7 caiu quase 0,5%, mais um comprovante que os usuários estão de fato fazendo a migração. Mesmo assim, o uso de computadores com o sistema operacional da Microsoft ainda é de aproximadamente 45%, sendo ainda maior que os que utilizam o Windows 10.

Se essa queda no Windows 7 e crescimento do Windows 10 se mantiver, a estimativa é que no início de 2020, quando a Microsoft deixar de prestar atendimento para a versão 7, ainda serão cerca de 35% de usuários utilizando o software.

Já a versão 10 do software estará em aproximadamente 59% dos usuários.

Notícias que tem circulado pela internet, dizem que a empresa está tentando com força aumentar a utilização do Windows 10. Uma dessas formas é impedindo que aparelhos comprados novos, só saiam da fábrica com a versão 10 do Windows.

Um dos motivos para essa forte campanha que eles estão fazendo, é que eles precisam ganhar dinheiro com as assinaturas da versão mais recente do software, já que quando o suporte para a outra versão terminar, eles não poderão mais cobrar pelas assinaturas.

Assim eles também podem monetizar melhor os outros recursos vendidos para essa versão do Windows, o que o torna mais rentável a longo prazo.

 

E você, prefere o Windows 7 ou o 10? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.