Empiricus produz vídeo de desculpas de Bettina e apresenta nova estrutura de compliance

Bettina ficou conhecida depois do anúncio da Empiricus dizendo que seus rendimentos chegaram a R$ 1 milhão após receber os conselhos da empresa. Agora, em uma campanha de revisão da marca, a copywriter pede desculpas e anuncia a solidificação do setor de compliance da empresa. Acompanhe!

O primeiro vídeo, amplamente veiculado na internet, trazia Bettina contando que transformou mil reais em um milhão em três anos apenas com os relatórios de investimentos produzidos pela empresa.

A reação do público fez com que entidades regulatórias se manifestassem. O Procon multou a empresa e o Conar pediu a retirada do conteúdo (e mais outras cinco propagandas). Além disso, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) criou uma série de orientações para a publicidade das empresas de análise financeira.

No novo anúncio, manchetes sobre as reações do primeiro anúncio de Betina e novamente ela se apresenta. Em seguida diz que quer pedir desculpas pela relação que começou errada entre a marca e o público. Pouco depois, afirma “por minha culpa, por culpa nossa”, referência a Empiricus.

No decorrer do infomercial, Bettina fala que no primeiro anúncio, que durou pouco mais de um minuto, ela não conseguiu mostrar o que realmente é, e que ele pode ter passado uma mensagem equivocada ou recado distorcido que sua evolução patrimonial aconteceu de forma rápida ou fácil. “Não era a intenção, sinceramente”, diz a copywriter.

Segundo ela, na versão anterior do anúncio que se tornou um viral, não ficou claro que ela realizou mais aportes durante os três anos. Bettina pede uma segunda chance e pergunta o que teria acontecido se o espectador tivesse clicado no ícone “Saiba Mais” do primeiro anúncio.

A nova postura da Empiricus

Atualmente com mais de 360 mil assinantes e 300 colaboradores, a Empiricus está se mostrando mais alinhada com as entidades regulatórias. Uma das exigências da CVM foi de apresentar uma mensagem de alertas de risco de operações, se mostrando referência para outros players do mercado. A mensagens, disponibilizadas em anúncios e nos relatórios da empresa, informam que os ganhos passados não asseguram retornos no futuro.

Antes, a empresa afirmava que a CVM não tinha poder de fiscalização por se tratar de um veículo de comunicação e não uma empresa de análise. Agora, seu posicionamento é de se manter a adequação às regulamentações da entidade. De acordo com o novo vídeo, a empresa deu passos importantes para o desenvolvimento do departamento de compliance e hoje é referência para o mercado editorial do país.

O compliance é a área da empresa responsável por assegurar que a legislação e demais normas sejam cumpridas. Segundo a Empiricus, no Brasil, não há outra companhia de conteúdo sobre investimentos que apresente um setor de compliance tão moderno e bem estruturado. Além disso, muitas sequer possuem esse departamento.

O vídeo ainda mostra uma mudança na atitude quanto o relacionamento com a CVM, de menos confronto, ao informar que seus processos internos estão mais evoluídos e que agora estão mais próximos dos seus reguladores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *